Prefeitura leva ações de combate ao Aedes ao bairro Dom Pedro I

A Prefeitura de Manaus concentrou os trabalhos nesta quarta-feira, 14/7, de intensificação de combate ao _Aedes aegypti_ na praça de alimentação do bairro Dom Pedro I, na zona Centro-Oeste. O centro de convivência recebeu uma exposição educativa sobre as quatro etapas do ciclo evolutivo do _Aedes_, para orientar a população sobre medidas que ajudam a combater o mosquito.

A ação integra os esforços de intensificar os serviços nos bairros que apresentaram índice elevado de infestação do mosquito, responsável pela transmissão da dengue, zika vírus, e febre chikungunya.

Além da praça, os Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) e Agentes de Combate às Endemias (ACEs) da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) inspecionaram as casas do bairro para identificar e eliminar os criadouros do mosquito. A ação está sendo realizada de forma articulada com a Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), que apoia os trabalhos orientando a população sobre o descarte correto do lixo.

O supervisor de Endemias do Distrito de Saúde (Disa) Oeste, Ivan Dias, que coordenou as ações, reforçou que o trabalho teve uma boa receptividade por parte dos moradores e assinalou que as visitas domiciliares têm o objetivo de alertar a população sobre o perigo que criadouros representam para a manifestação de doenças causadas pelo mosquito.

“Nosso braço forte nessas ações de intensificação é a população. Somente com o apoio de todos poderemos combater o _Aedes_. É preciso ter muito cuidado com o acúmulo de água e dar atenção ao descarte correto do lixo”, disse Ivan.

A coordenadora de Educação e Saúde da Zona Oeste, Raimunda Silva, ressaltou que o trabalho reforça o chamamento da população para o Check List da Dengue, um conjunto de ações realizadas no tempo médio de 10 minutos, que são eficazes para evitar o acúmulo de água. Fazer limpeza dos quintais uma vez por semana e verificar a água das vasilhas dos cachorros são medidas simples, rápidas e que reduzem muito o risco de transmissão.

Levantamento

A ação desta quinta-feira, 14, faz parte do novo cronograma de combate ao Aedes, que toma como base o 1º Diagnóstico de Infestação do Aedes aegypti (LIRA-a), estudo realizado em abril deste ano, que aponta os bairros com baixa, média e alta vulnerabilidade para o _Aedes_ na capital. De acordo com a pesquisa, há 17 bairros com alta vulnerabilidade na capital: Petrópolis, Japiim e Betânia (zona Sul); Alvorada, Compensa, Redenção, Dom Pedro, Lírio do Vale, Nova Esperança, Planalto e São Jorge (zona Oeste); Cidade Nova e Novo Aleixo (zona Norte); e Jorge Teixeira, São José, Coroado e Armando Mendes (zona Leste).

O LIRAa apontou que 29 bairros apresentam média vulnerabilidade. São eles: Parque 10 de Novembro, Flores, Vila Buriti, Nossa Senhora de Aparecida, Centro, Praça 14 de Janeiro, Chapada, Cachoeirinha, Presidente Vargas, Educandos, Colônia Oliveira Machado, Raiz, Aleixo e São Lázaro (zona Sul); Tarumã Açu, Santo Agostinho, Bairro da Paz, Vila da Prata, Santo Antônio e São Raimundo (zona Oeste); Cidade de Deus, Colônia Terra Nova e Monte das Oliveiras (zona Norte); Tancredo Neves, Colônia Antônio Aleixo, Zumbi, Mauazinho, Puraquequara e Gilberto Mestrinho (zona Leste).

Os bairros Distrito Industrial 1, Morro da Liberdade, Adrianópolis, Nossa Senhora das Graças, São Francisco, Cresto, Santa Luzia e São Geraldo (zona Sul); Glória, Tarumã e Ponta Negra (zona Oeste); Colônia Santo Antônio, Novo Israel, Nova Cidade, Santa Etelvina e Lago Azul (zona Norte); e Distrito Industrial 2 (zona Leste) foram classificados como de baixa vulnerabilidade.

Conforme o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), de janeiro a julho de 2021 foram notificados (casos suspeitos) 3.877 casos de dengue, e neste mesmo período de 2022, foram 1.372, o que indica uma redução de 71,5%.

Com relação aos casos confirmados, no período de janeiro a julho de 2021, o sistema atestou 3.891, enquanto que no mesmo período deste ano foram 785, atestando uma diminuição de 77,2%

Programação

O Dom Pedro I é o segundo bairro da zona Oeste a receber as ações de combate ao Aedes esta semana. Na terça-feira, 12, o Lírio do Vale foi contemplado e na próxima terça-feira,19, está prevista uma ação no Riacho Doce, na zona Norte. A programação ficará concentrada na escola municipal Santa Rita de Cássia, na avenida Santos Dias


Fotos: Henrique Santos /Semsa


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem