Entenda um pouco mais sobre a Catarata Senil

O termo catarata é dado para a doença que causa a perda de transparência do cristalino (a lente natural do olho) situada atrás da íris. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a doença causa deficiência visual e é responsável por 47,8% dos casos de cegueira no mundo, acometendo principalmente a população idosa. Um dos tipos de catarata é a Catarata Senil, conforme explica a oftalmologista da Audimed Saúde, Dra. Marilene Maia Rios.

 

A Dra. Marilene explica que o desenvolvimento da catarata senil depende muito do estilo de vida, se a pessoa pegou muito sol, se ela não se alimenta bem ou se tem alguma predisposição do envelhecimento dos olhos.

 

“A maioria das pessoas a partir dos 50 anos não percebem se estão com catarata, então elas começam a trocar os óculos duas, três ou mais vezes por ano, na tentativa de enxergar melhor, mas o que ocorre quando ela começa a ficar nessa situação é o início da Catarata Senil. Nesse caso, o oftalmologista vai explicar para a paciente que não adianta mais a mesma trocar vários óculos por ano na tentativa de melhorar a visão. Na realidade o que está impedindo da mesma enxergar seria a Catarata Senil que já está iniciando”, explica.

 

A maioria das cataratas aparece por causas variadas (congênita ou adquirida). A catarata senil que é o nosso tema de hoje, costuma ser tratada apenas em estágio avançado, visto que a grande maioria dos pacientes só acostumam ir ao oftalmologista em último caso, principalmente na região Norte, conforme explica a oftalmologista. Normalmente, o paciente queixa-se da “visão borrada”. Daí a importância de fazer exame de vista regularmente, principalmente pessoas de uma determinada idade, que precisam de um acompanhamento oftalmológico mais preciso.

“A Catarata Senil ocorre devido ao amadurecimento do cristalino. Assim como a gente vai ficando idoso e o cabelo fica branco, a pele fica seca e enrugada, os nossos olhos também envelhecem. O cristalino é uma estrutura do olho transparente por onde passam os feixes luminosos para dar a visão. A partir do momento que o cristalino começa a ficar opaco ' branco' é o início da Catarata Senil”, conta.

 

Qual seria o tratamento de Catarata Senil?

 

De acordo com a Dra Marilene, é puramente cirúrgico. A indicação da cirurgia é feita pelo médico oftalmologista e, somente o cirurgião oftalmológico está apto para realizá-la.

 

Após realizada a cirurgia, o paciente retornará às suas atividades diárias normais com uma boa acuidade visual e a maioria deles, sem precisar mais complementar com o uso de óculos.

 

O que fazer para prevenir?

A Dra. Marilene revela que não tem um estudo específico para prevenir a catarata, visto que a Catarata Senil é o envelhecimento do olho. Mas, ela destaca que as pessoas podem prolongar esse envelhecimento.

 

“Ter desde infância uma alimentação rica em proteína, frutas e verduras e se alimentar com alimentos que sejam ricos em vitamina A, podem retardar o envelhecimento dos olhos”, orienta.

 

O outro fator que lembra a oftalmologista são os cuidados necessários de quem mora em regiões quentes como no Amazonas. “Em regiões quentes temos que prevenir os olhos com o uso de óculos de sol para evitar que os raios ultravioletas entrem diretamente nos olhos, porque esses raios fazem com que o cristalino amadureça mais rápido”.

 

Outro detalhe são algumas doenças que precisam tomar corticóide de uso prolongado, esses medicamentos também podem fazer com que acelere o envelhecimento do cristalino. “Em resumo, todos esses cuidados empiricamente vão retardar o aparecimento da Catarata Senil”, finaliza.

--


FOTOS: Divulgação


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem