Prefeitura de Manaus inicia vacinação contra a Covid para novos grupos e crianças de 11 anos

 

A Prefeitura de Manaus deu início, nesta segunda-feira, 24/1, à vacinação contra a Covid-19 da população geral de 11 anos, estimada em 39 mil crianças. O atendimento a esse público faz parte da estratégia de avanço da imunização do público infantil na capital, anunciada no último sábado, 22/1, pelo prefeito David Almeida.

Com a medida, passam a ser atendidos, em paralelo, a partir desta semana, os públicos contemplados no grupo 2 (indígenas e quilombolas), grupo 3 (crianças que vivem em instituições de longa permanência, como abrigos e orfanatos) e grupo 4, formado pelas crianças da população geral de 5 a 11 anos, que serão vacinadas de modo escalonado, sendo uma idade por vez.

Além das crianças de 11 anos, continuam a ser vacinadas as do grupo 1 (comorbidades e deficiências) nos quatro pontos de atendimento exclusivo – Parque Cidade da Criança, na zona Sul, Clube do Trabalhador – Sesi, na zona Leste, Centro de Convivência Magdalena Arce Daou, na zona Oeste, e shopping Manaus Via Norte, na zona Norte. Já as crianças do grupo de quilombolas pertencentes ao Quilombo Barranco de São Benedito, localizado na Praça 14 de Janeiro, serão vacinadas na terça-feira, 25/1, e as demais (indígenas e moradoras de instituições infantis), ao longo da semana, por equipes de vacinação itinerantes.

A titular da Semsa, Shádia Fraxe, acompanhou o início do atendimento do público de 11 anos no Parque Cidade da Criança e enfatizou a importância de os pais levarem seus filhos para receber a vacina. “Nosso maior desafio atualmente são as fake news, porque as informações falsas confundem, enganam e desestimulam a adesão à vacina. Por isso precisamos reforçar que imunizar a população, incluindo as crianças, é a arma mais segura contra essa pandemia, e que as pessoas procurem fontes oficiais de informação”, salientou.

 

A secretária destacou que as vacinas são seguras e anunciou que o município fará, ao longo desta semana, a capacitação dos vacinadores para aplicação também da CoronaVac no público infantil. O imunizante já está autorizado para uso em crianças e, em Manaus, deve ser começar a ser usado nos próximos dias.

Shádia Fraxe também informou que o avanço da campanha para as demais idades (de 10 a 5 anos) vai acompanhar a disponibilidade de doses tanto da Pfizer pediátrica, usada atualmente, quanto de CoronaVac, além da demanda nos pontos de atendimento. O público total estimado de 5 a 11 anos é de 260 mil pessoas e, de acordo com a secretária, a adesão vai ser avaliada dia a dia, para a definição de quando os novos públicos serão atendidos.

A primeira criança de 11 anos a ser vacinada na manhã desta segunda-feira, no Parque Cidade da Criança, foi o Miguel Ramos de Lima. Ele foi levado ao ponto de vacinação pelo pai, Vanderley Ferreira de Lima. Para Vanderley, foi um momento de felicidade. “A gente sabe que a vacina é proteção e saber que nosso filho está protegido é motivo de grande alegria. Não temos que questionar, a gente recebe vacina desde que nasce”, disse.

Locais

Os quatro pontos de vacinação para o atendimento do público infantil foram especialmente montados pela Semsa, considerando as orientações de segurança da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), como a exclusividade de aplicação da vacina contra a Covid-19 no local e a obrigatoriedade de permanência da criança durante 20 minutos após a aplicação da dose.

O funcionamento do Parque Cidade da Criança, do Clube do Trabalhador – Sesi, e do Centro de Convivência Magdalena Arce Daou é das 9h às 16h, e o do Shopping Manaus Via Norte é das 10h às 16h.

Documentos

Para ser vacinada, a criança deve estar acompanhada por um dos pais ou outro responsável maior de 18 anos, com documento de identidade, sendo necessário apresentar três documentos: certidão de nascimento ou documento de identificação original com foto; cartão nacional do SUS ou CPF, e a caderneta de vacinação.

Para as crianças com comorbidades, além dos documentos pessoais, é necessário apresentar laudo médico que comprove condições consideradas pelo MS como prioridade para a vacinação. A lista pode ser conferida no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br) ou diretamente pelo link bit.ly/vacinacovid-criancas. Para os que têm deficiência, não há exigência de comprovação desta condição.

A Semsa orienta que a criança não tenha recebido nenhuma outra vacina do calendário infantil nos 15 dias anteriores e que não esteja com qualquer doença na fase aguda (gripada, por exemplo).

Todas as informações sobre a vacinação infantil, incluindo endereços dos locais de atendimento, documentos e informações estão disponíveis no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br) ou nas redes sociais oficiais da Secretaria (@semsamanaus no instagram e Semsa Manaus no facebook).

Foto – Antônio Pereira / Semcom e Camila Batista / Semsa


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem