Prefeitura realiza mutirão de infraestrutura para recuperar ruas do bairro Dom Pedro

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), realiza um mutirão de recuperação das ruas do bairro Dom Pedro, na zona Centro-Oeste da cidade. Neste sábado, 4/12, o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura, Marcos Rotta, fiscalizou o andamento dos serviços.

“Não é apenas um tapa-buracos, mas uma recuperação com remendos mais extensos. Ainda temos muitos problemas, muitos obstáculos, muitas ruas iguais a essa que estão sendo recuperadas”, disse Rotta.

Nessa obra, a Seminf dispõe da mão de obra de 60 homens de três distritos da cidade. Estão sendo aplicadas 100 toneladas de massa asfáltica com auxílio de retroescavadeira, rolo compressor e caminhões basculantes.

As equipes iniciaram os trabalhos nesta manhã e devem finalizar pela tarde. As vias estavam comprometidas pelos buracos e completamente intrafegáveis. De forma simultânea, os trabalhadores atuam em várias ruas do Dom Pedro.

O cronograma estabelecido pelo prefeito David Almeida e pelo vice-prefeito Marcos Rotta prevê a chegada dos mutirões de infraestrutura em todos os bairros de Manaus. 

“A determinação do prefeito David Almeida é que a gente elimine aqueles tapa-buracos que, com o passar dos anos, acabam se transformando em problemas, criando lombadas. Vamos aos poucos eliminando esses remendos que são feitos cidade afora”, afirmou Rotta. 

“Ainda temos muitos problemas, muitas áreas que precisam ser recuperadas”, reconheceu Rotta. Por isso, um pacote de obras será lançado no próximo ano, conforme anunciou o prefeito David Almeida, para a recuperação de mais de 10 mil ruas.

“Será um momento histórico na cidade e nós vamos dar tratamento à altura do que merece e espera a população, sobretudo naqueles lugares mais esquecidos, pois há muitos deles em Manaus. Vamos entrar também nos becos da cidade”, assegurou o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura. 

A Prefeitura de Manaus conta com a ajuda dos moradores para a identificação das áreas mais afetadas por problemas de infraestrutura. Só assim, as obras emergenciais poderão ser realizadas de forma imediata.

Fotos: Osmar Neto/Seminf

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem