Sedecti participa do XII Encontro das Entidades de Economistas da Amazônia Legal

 

Evento debateu sobre o fortalecimento de parcerias em busca de desenvolvimento regional sustentável

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), participou do XII Encontro das Entidades Economistas da Amazônia Legal (XII Enam). O evento aconteceu em formato virtual, entre os dias 24 e 26 de novembro de 2021, e foi organizado pelo Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon-AM). O tema do debate foi “Fortalecimento de parcerias em busca de um desenvolvimento regional sustentável”.

O encontro discutiu os impactos causados na revolução industrial que o País começou a vivenciar sobre a trajetória do desenvolvimento regional, tendo como foco principal as oportunidades e desafios formados para os profissionais de ciências econômicas, e a busca por um modelo de desenvolvimento para a Amazônia.

O secretário executivo de Desenvolvimento Econômico da Sedecti, Renato Freitas, ressaltou que a temática da integração entre as instituições é importante nesse contexto e que no “Plano Amazonas 2030”, que traça o planejamento estratégico de longo prazo, destacam-se as parcerias como estratégia de desenvolvimento, colocando o Estado de forma competitiva no mercado, socialmente justo e ambientalmente correto.

“Criamos no Governo do Estado, um Departamento de Atração de Investimentos e Comércio Exterior. Passamos de uma posição passiva, de esperar investidores, para uma posição ativa, para ir em busca de novos parceiros e de novas empresas para o Polo Industrial de Manaus (PIM)”, frisou Renato.

Além disso, segundo Renato Freitas, a partir desse planejamento, “a ideia é traçar o mapa estratégico, onde serão colocadas como diretrizes, a modernização da gestão pública, do desenvolvimento sustentável e da qualidade de vida”.

O presidente do Corecon-AM, Martinho Azevedo, que foi o moderador do evento virtual, explanou sobre política pública assumida pela sociedade.

“Desenvolver a Amazônia é justamente juntar atores em busca de um ambiente de negócios que todos desejamos, ancorado na sustentabilidade. E, sempre digo que a boa política pública é aquela que a sociedade assume como sua, para que resulte em desenvolvimento em todas as áreas.  Por isso estamos neste evento em busca de um desenvolvimento regional sustentável da região, mas de forma endógena, utilizando-se dos recursos e do protagonismo de todos, especialmente, dos economistas amazônidas”, destacou o presidente do Corecon-AM.

O evento contou também com representantes da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Banco da Amazônia (Basa), e representantes dos demais Corecons da Amazônia Legal.  

 

FOTOS: Arte/montagem/Anselmo Pereira/Sedecti.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem