Em Manaus, entrega de cartões remanescentes do Auxílio Estadual inicia nesta quarta-feira (1º/12)

Benefício estará disponível até o dia 10 de dezembro, no Centro de Convivência Padre Vignola, para famílias que ainda não fizeram a retirada

A entrega dos cartões remanescentes do Auxílio Estadual permanente, para famílias beneficiadas da capital, inicia nesta quarta-feira (1°/12). Nesta nova etapa, a retirada ficará concentrada em um único ponto: o Centro Estadual de Convivência da Família (CECF) Padre Pedro Vignola, que fica no bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus. 

O atendimento no CECF Padre Pedro Vignola será das 8h às 17h e se estenderá até o dia 10 de dezembro, quando a coordenação do programa espera ter atendido todas as 158.251 famílias que têm direito ao benefício em Manaus. Até a sexta-feira (26/11), um total de 130.692 cartões haviam sido entregues em Manaus, após 16 dias de atendimento nos nove pontos que estavam disponíveis na capital.

De acordo com a chefe do departamento de Proteção Social Básica da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), Selma Melo, as entregas estão organizadas por ordem alfabética, divididas ao longo dos próximos 10 dias.

“As pessoas podem acompanhar, no site do Auxílio Estadual (www.auxilioestadual.com.br), o dia previsto para o recebimento. Dessa forma evitamos aglomerações. Para receber, é necessário apresentar um documento oficial com foto e também o CPF”, informou Selma

No interior do estado, a entrega alcança 34 municípios, com 179.196 cartões já nas mãos das famílias beneficiadas, conforme atualização da noite da segunda-feira (29/11).

Além de Manaus, o Auxílio Estadual permanente já chegou a Itacoatiara, Rio Preto da Eva, Atalaia do Norte, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Tabatinga, Manaquiri, Amaturá, Fonte Boa, Jutaí, Santo Antônio do Içá, Tonantins, Tefé, Careiro da Várzea, Iranduba, Itapiranga, Silves, Alvarães, Maués, Parintins, Anamã, Anori, Caapiranga, Codajás, Japurá, Maraã, Uarini, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Nhamundá, São Sebastião do Uatumã, Urucará, Urucurituba e Coari.

Auxílio Estadual– O programa, criado pelo governador Wilson Lima, é coordenado pela Seas e pelo Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), com a colaboração de outras secretarias estaduais.

O Auxílio Estadual é considerado o maior programa estadual de distribuição de renda do Brasil e vai atender 300 mil pessoas com uma ajuda financeira mensal de R$ 150 de forma permanente.

Todas as famílias a serem beneficiadas pelo Auxílio Estadual estão inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal. O CadÚnico é o conjunto de informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza, criado para implementação de políticas públicas capazes de promover a melhoria da vida das mesmas.

Para a entrega do cartão, está sendo utilizado o aplicativo Sasi. Serão inseridos dados da família beneficiada e será feito o registro fotográfico do beneficiário com o cartão Auxílio Estadual recebido e documentação em mãos.

 

FOTOS: Diego Peres | Lucas Silva | Tácio Melo / Secom

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem